Voltar à Home do Blog

A MP 685 assustou empresários, mas você pode estar preparado

Governo previa a necessidade de informar o planejamento fiscal das empresas com antecedência. Ferramenta de gestão, como o Sage X3, simplifica esse processo

No fim do ano passado, a possibilidade de aprovação da Medida Provisória 685 gerou medo e dúvida entre os empresários. O motivo? A necessidade de prestar contas em relação às operações relevantes pela Declaração de Informação de Operações Relevantes (Dior). Em outras palavras, a regulamentação exigia das empresas a necessidade de se prepararem e planejarem o ano fiscal com antecedência.

Caso não o fizessem, a Receita Federal poderia considerar o fato como omissão de informações, aplicando uma multa de até 150% sobre o valor devido. Ou seja, um risco enorme para a reputação e, especialmente, para o caixa da companhia, colocando até mesmo em risco a sua sobrevivência.

No fim das contas, a legislação foi aprovada sem o artigo que previa a obrigatoriedade de informar à Receita Federal sobre o planejamento fiscal, algo que tranquilizou os empresários e empreendedores. No entanto, com um sistema de gestão adequado, como o Sage X3, é possível se organizar baseado apenas nos dados reais compilados pelo sistema.

Contexto fiscalizatório

Vale ressaltar que a ideia do projeto surgiu em plena crise econômica – ainda enfrentada pelo país –, indicando um momento no qual o governo busca mecanismos para aumentar o controle e incrementar o número de informações que recebe das empresas, o que pode dificultar a sonegação fiscal e tornar mais eficiente o trabalho de fiscalização.

Estima-se que, só em 2015, o Brasil não tenha arrecadado aproximadamente R$ 550 bilhões por sonegação de empresas – em 2013, foram R$ 415 bilhões e, em 2014, R$ 501 bilhões. O levantamento é realizado pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda (Sinprofaz).

Embora existam empresas que agem de caso pensado, as diversas mudanças regulatórias propostas pelos governos – federal, municipal e estadual – dificultam o trabalho de controle da legislação pelas companhias, como já mostramos neste artigo. Ou seja, estar apto a acompanhar as legislações que envolvem o seu negócio é fundamental em prol de uma política de compliance. Veja duas dicas para não correr riscos:

  • Conheça a legislação – Estude as leis que regem o seu negócio e também busque se informar sobre as opções de regime tributário. No mercado brasileiro existem empresas especializadas, como a IOB, na produção de conteúdos dos setores contábil e jurídico, para facilitar o acompanhamento das modificações tributárias.
  • Controle suas informações – Ter o conhecimento de suas informações é fundamental não só para estar em acordo com a lei, mas também para tomar decisões importantes para o futuro. O Sage X3 consegue mostrar os dados cruciais da sua empresa dentro dos parâmetros estabelecidos por você, conforme o seu negócio.

Planejamento fiscal e estar em conformidade com a lei não precisam ser um desafio para o seu negócio. Invista em um sistema de gestão que acompanhe as mudanças legislativas e lhe permita se dedicar somente à gestão. Fale com os nossos consultores sobre o Sage X3 e tire as suas dúvidas.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

4 julho, 2016 por Guest Blogger

Baixa produtividade é desafio a ser superado pelas empresas brasileiras

Companhias brasileiras alcançam somente 24% da produtividade encontrada nos Estados Unidos, país referência neste indicador O Brasil teve redução de 3% em sua produtividade em 2015, segundo dados do The Conference Board. Trata-se do segundo pior desempenho da América Latina, …

13 junho, 2018 por Guest Blogger

Impressoras 3D estão ganhando um novo fôlego inovador na Indústria 4.0

A chamada Indústria 4.0 já é uma realidade entre as grandes empresas. Ainda é cedo para dizer até onde esse movimento é capaz de chegar, mas é certo que uma nova revolução está curso e boa parte dessas novidades se deve …

25 agosto, 2017 por Guest Blogger

O que é a “Chinese Wall” no compliance?

Para que o compliance funcione, o setor precisa ser independente e garantir que não haja interferência no trabalho desenvolvido Desde que a lei anticorrupção entrou em vigor, o compliance ganhou força no Brasil, pois as empresas passariam a ser responsabilizadas …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.