Voltar à Home do Blog

As novas formas de consumo do TI

Habilitar o uso de smartphones pessoais nos ambientes corporativos é uma necessidade das empresas a fim de ganhar agilidade e mais produtividade

Chegou o momento de reconsiderar sua estratégia de TI.

Talvez, nós possamos culpar o BlackBerry. Uma vez o queridinho do mundo corporativo, as empresas passaram a investir no BlackBerry como ferramenta de uso profissional, enquanto os colaboradores compravam outros smartphones — novos e cada vez mais avançados — para o seu uso pessoal.

Com a proliferação de smartphones e aplicativos mais atrativos e baratos, tornou-se inevitável que os dispositivos se tornassem, também, um dos meios preferidos de acessar os dados corporativos, reunindo, ao mesmo tempo, as aplicações e usos pessoais dos equipamentos.

Houve mudança na forma de consumo da TI nas últimas décadas, levando as empresas a buscarem proteger os dados empresariais e acomodarem essa nova tendência de uso dos smartphones.

Gostaria de ter acesso aos dados da sua empresa em tempo real? Que os vendedores pudessem checar o estoque no momento da visita aos clientes? Isso é possível com o Sage X3. Sinta os benefícios dessa ferramenta na prática.

Uma pesquisa realizada em 2014 pela IDG – um dos principais institutos na análise de tendências em tecnologia – mostrou que 82% das empresas já estavam fazendo alterações nas políticas de trabalho, indicando como as informações corporativas deveriam ser compartilhadas, investindo na gestão de dispositivos móveis e adquirindo soluções para a transferência segura de arquivos.

Ainda, administrar uma rede mobile e aberta é extremamente complexo e dificultou o trabalho de companhias com grande infraestrutura, criando a necessidade de habilitar acesso ilimitado a usuários em seus dispositivos pessoais, o que pode ampliar a colaboração de usuários.

Capitalize na nuvem

Hoje em dia, as tecnologias Social, Mobile, Analytics e Nuvem – Cloud – (SMAC) estão transformando os desafios enfrentados pelo mundo dos negócios e acelerando como as companhias devem responder e se adaptar a usuários – tanto clientes quanto colaboradores – que demandam acesso mais simples aos dados, sem descuidar da segurança.

Essas tecnologias incluem novas aplicações colaborativas para os negócios, acumulando e compartilhando dados e fazendo com que eles sejam acessíveis a partir da internet. Soluções de gestão como o Sage X3, baseada na nuvem, simplificam o processo de administração como um todo, permitindo o acesso em tempo real e de qualquer lugar.

Com uma ferramenta integrada e segura, a gestão de toda uma empresa pode ser suportada e realizada de qualquer dispositivo e de qualquer lugar. Os usuários podem acessar livremente os dados a qualquer momento em segurança, com seus smartphones pessoais.

Ao focar na nuvem, as empresas podem desenvolver estratégias para economizar dinheiro, aumentar a agilidade, incrementar a colaboração, ganhar tempo na tomada de decisões e melhorar a produtividade e satisfação dos colaboradores.

Na verdade, segundo uma pesquisa da Cite, 70% dos respondentes reportaram um ganho em produtividade e no Retorno de Investimento em sistemas ao acomodar os dispositivos pessoais no ambiente corporativo. Parece-me uma daquelas situações de ganha-ganha, quando todos levam vantagem.

Jean Huy

Vice president of product marketing, Sage X3

Matérias relacionadas

24 outubro, 2016 por Benoit Gruber

Rotinas de trabalho flexíveis resultam em funcionários mais felizes

A evolução vai além da flexibilização da jornada de trabalho e pode ser um diferencial para aumentar o engajamento, a produtividade e o bem-estar dos funcionários Enquanto todos esperavam que a recessão passasse, o mercado de trabalho sofreu mudanças, uma …

9 janeiro, 2017 por Guest Blogger

O Bloco K e o sigilo industrial

Necessidade de informar detalhes sobre os processos produtivos gera medo de que a confidencialidade das informações seja quebrada Já estamos em 2017 e, com a chegada do novo ano, a necessidade de as indústrias com faturamento superior a R$ 300 …

20 novembro, 2017 por Guest Blogger

Qual o estágio da disrupção na indústria brasileira?

Um estudo realizado pela CNI e IEL visa identificar o estágio da inovação da indústria no país, além dos desafios para que as novas tecnologias ganhem cada vez mais espaço para transformar esse setor fundamental da economia Ao menos sete …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.