Voltar à Home do Blog

Como evitar os ramsomwares?

O custo de um ataque como esse, segundo estudos, pode custar US$ 99 mil para uma empresa de médio porte

Os ramsomwares são arquivos que, geralmente, são baixados de forma imperceptível – via e-mail, rede social ou na visita a um site malicioso. A partir disso, ele criptografa os arquivos do usuário, exigindo uma espécie de resgate para ter acesso novamente às informações. Se, em seu computador pessoal, o estrago já pode ser considerado grande, imagine nos dados de um gestor de uma empresa?

Uma pesquisa da Lab Kaspersky, realizada em 2016, mostrou que 41% das empresas que sofreram com algum tipo de ataque nesse formato – como, por exemplo, o Wanna Cry – tiveram a perda total de um grande número de dados, mesmo pagando o “resgate” exigido. Outra estimativa é que o custo de um ataque – para uma empresa de médio porte – pode chegar a US$ 99 mil – estima-se que os ataques de hackers tenham um custo anual de US$ 280 bilhões.

Uma ameaça cada vez mais comum

Esses arquivos maliciosos costumam chegar via e-mail, como um spam ou uma mensagem que simule uma comunicação de órgãos oficiais, como da Receita Federal, bancos, clientes, entre outras possibilidades. Um estudo realizado pela IBM Security Services mostrou que 40% dos spams contém algum tipo de ramsomware, um aumento de 6.000% na comparação com o ano anterior.

Estima-se que uma em cada três companhias costumam pagar para ter acesso aos seus dados novamente. No entanto, dentro desse grupo, uma em cada cinco não conseguem recuperar a integralidade dos seus dados – o que não deveria ser considerada uma surpresa, já que as companhias estão lidando com criminosos virtuais.

Dicas preventivas

Com a importância que os dados estão ganhando para as companhias, tomar algumas medidas preventivas é a melhor opção para evitar esse tipo de problema. Confira algumas dicas:

1. Faça backup dos seus arquivos regularmente

2. Cheque os backups e tenha certeza de que serão acessíveis em caso de problemas

3. Use ferramentas na nuvem seguras para garantir o acesso dessas informações

4. Eduque os funcionários em relação às suas atividades no trabalho e no cuidado com arquivos suspeitos, como spams, mensagens em redes sociais, entre outros

5. Não se esqueça de fazer atualizações de seu sistema operacional e dos sistemas de gestão

6. Busque uma solução antivírus completa, que contemple firewall, firewall 2.0, entre outras questões importantes

7. Crie um comitê para Governança, Risco e Compliance, os chamados GRCs

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

29 novembro, 2017 por Guest Blogger

Internacionalização de empresas brasileiras cresce em 2016

Índice saltou de 23,2% para 27,3%, entre 2014 e 2016, incentivado pelas dificuldades do mercado interno do país, que passou por um período de crise As empresas brasileiras enxergam as possibilidades no mercado internacional como otimistas, especialmente após o arrefecimento …

7 agosto, 2017 por Guest Blogger

O que é uma cultura de analytics?

O desenvolvimento dessa cultura depende de uma série de fatores: profissionais especializados, áreas que serão afetadas, experiência e um cuidado especial com o elemento humano Uma cultura de analytics ocorre quando uma organização consegue utilizar os dados na tomada de …

6 março, 2017 por Guest Blogger

Você conhece o ciclo PDCA?

Planejamento, fazer (do), monitorar (check) e agir podem gerar um ciclo virtuoso positivo para a empresa Estabelecer processos é uma das formas mais eficientes para se obter sucesso na gestão das empresas. Várias metodologias podem ser usadas para isso – …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.