Voltar à Home do Blog

Empresas não estão preparadas para o eSocial

Previsto para entrar em vigor em 2018, medida visa diminuir a burocracia e facilitar a prestação de informações sobre encargos e outras questões trabalhistas

A partir de 2018, as empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões devem enviar as informações sobre encargos e questões trabalhistas por meio de um sistema digital, o eSocial. No entanto, uma pesquisa realizada pela consultoria EY – conhecida anteriormente como Ernst Young – mostrou que 48% das companhias do país não estão preparadas para a medida.

De acordo com a Receita Federal, cerca de 14 mil empresas serão obrigadas a se adequar a partir de janeiro. O levantamento da EY ouviu 386 companhias – de pequeno, médio e grande porte –, uma amostra que pode ser considerada pequena se levarmos em conta o total deste universo, mas que aponta a situação das empresas.

A companhia que não se adequar está sujeita a cobrança de multas, assim como terá dificuldade em fazer declarações e perderá a certidão negativa de débitos. O descumprimento da norma, além de ferir as regras de compliance, cria riscos, tanto em relação ao pagamento de multas quanto dificuldades de gestão relacionadas à certidão negativa, que pode impedir de fechar negócios com a administração pública.

Quer estar em conformidade com a lei? Contar com um sistema de gestão que seja atualizado com as principais mudanças? Conheça o Sage X3 !

Falta de planejamento

Além de não estarem preparadas para a medida – que, inicialmente, estava prevista para 2014 –, 52% das empresas consultadas não apresentam equipes que se dediquem exclusivamente ao tema. Pior: 46% não têm nem mesmo um censo cadastral dos empregados, o que seria uma espécie de passo inicial para dar vazão às demandas exigidas pelo governo federal com a mudança.

Em entrevista realizada ao jornal Folha de S. Paulo, a percepção dos realizadores do estudo é de que 10% da base de colaboradores vão exigir algum tipo de ajuste das empresas em função dos problemas.

O que é o eSocial?

Instituído em 2014, o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) vai fazer com que os empregadores se comuniquem com o governo de forma unificada sobre temas como: vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, acidentes de trabalho e informações sobre o FGTS.

O objetivo por trás da iniciativa é simplificar a prestação de contas de dados fiscais, previdenciários e trabalhistas, substituindo o preenchimento e a entrega de formulários e declarações. Dessa forma, elimina-se a redundância entre as informações prestadas pelas pessoas físicas e jurídicas.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

13 novembro, 2017 por Guest Blogger

Como a impressão 3D pode transformar a indústria

Da saúde à tecnologia de ponta, a impressão 3D pode ser vista como uma técnica capaz de transformar as empresas e suas relações com os consumidores Várias indústrias estão se beneficiando de uma tecnologia que se faz cada vez mais …

25 julho, 2016 por Guest Blogger

A importância do pós-venda na era das redes sociais

Qual tarefa é mais complexa: convencer o cliente a comprar pela primeira vez ou fidelizá-lo? Uma solução integrada com CRM pode ser determinante para reter consumidores O que é mais difícil: convencer um consumidor a comprar no seu negócio ou …

21 março, 2018 por Guest Blogger

7 formas de melhorar a segurança no chão de fábrica

A segurança tem se tornado uma preocupação cada vez mais frequente nas grandes empresas, fruto de uma legislação bastante rígida. Pensar em como melhorar a segurança no chão de fábrica é fundamental para reduzir custos e proporcionar um ambiente de …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.