Voltar à Home do Blog

Empresas planejam modificar investimentos em compliance

O uso da tecnologia, como os sistemas de gestão, está otimizando o acompanhamento das mudanças na lei

É inegável que o setor de compliance ganhou força nos últimos anos. Não à toa, 53% das companhias devem ampliar os investimentos no setor, conforme indica a Pesquisa Anual de Custo de Compliance, realizada pela Thomson Reuters, que ouviu mais de 900 profissionais da área.

Apesar de mais da metade das companhias estarem dispostas a aumentar a aplicação de recursos no setor, o índice é menor do que o encontrado no ano anterior, quando 69% se mostraram interessadas em ampliar o investimento. A redução, segundo a pesquisa, não mostra que o setor está perdendo força, mas, sim, que há uma tentativa em otimizar a aplicação de recursos.

O estudo também indicou quais são os caminhos esperados pelas empresas nos próximos 12 meses:

– 69% pretendem implementar uma cultura que respeite a conformidade da legislação

– 60% aguardam que avalie a eficácia dos acordos de governança corporativa

– 54% que opere em uma conexão entre gerentes, cargos de alto escalão e a diretoria

– 52% analisam a configuração do orçamento de conformidade e outros recursos relacionados à gestão de risco

O sucesso dessa empreitada está diretamente ligado à autonomia do setor de compliance e o cuidado para a não transmissão de informações privilegiadas.

O papel da tecnologia

Um dos aspectos principais mostrados pela pesquisa é a dificuldade e o tempo despendido para acompanhar as modificações na lei. Houve redução no número de companhias que passam mais de um dia por semana rastreando e analisando mudanças na lei – de 35%, em 2016, para 26%, em 2017.

Além disso, os times de compliance estão sendo cada vez mais eficientes. Também foi registrada queda do tempo gasto para alterar políticas e procedimentos para atender às regras regulatórias: 11% das companhias gastavam mais de 10 horas em 2014, e o índice foi para 3% em 2017.

Uma das percepções é o uso da tecnologia para otimizar o acompanhamento das modificações de legislação, seja por meio dos sistemas de gestão, como o Sage X3 , ou na contratação de consultorias e/ou equipes especializadas nesta área. Há uma percepção de que se manter em conformidade com a lei cria oportunidades para companhias, especialmente as interessadas em ingressar em mercados internacionais.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

17 fevereiro, 2017 por Guest Blogger

Como reduzir os riscos do Shadow IT

Seus processos devem ser analisados, os colaboradores precisam ser orientados e treinados para que o sigilo das informações empresariais seja mantido O Shadow IT – quando os colaboradores usam dispositivos, softwares ou aplicativos não permitidos em ambientes profissionais – é …

2 setembro, 2016 por Guest Blogger

Como um sistema de gestão pode impactar os resultados de uma franquia

Setor, que exige um grande controle por parte do franqueador, faturou R$ 139 bilhões em 2015 e está cada vez mais espalhado por todo o país O setor de franquias conquistou R$ 139 bilhões em 2015, um aumento de 8,3% …

11 julho, 2016 por Guest Blogger

Sistema de gestão oferece retorno durante a crise

Listamos cinco razões para investir em uma ferramenta de gestão, como o Sage X3, em momentos de crise Ampliar os investimentos em momentos de dificuldade econômica pode soar como uma ideia inviável para muitos empreendedores. No entanto, aplicar recursos em …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.