Voltar à Home do Blog

O que são robôs de investimento?

Você deixaria que apenas máquinas tomassem decisões com relação ao que fazer com o dinheiro da sua empresa? Saiba que essa ideia já não é mais uma novidade e é cada vez maior o número de companhias que deixa certas decisões nas mãos dos chamados “robôs de investimento”. Mas você sabe o que são robôs de investimento?

Antes de tudo, é preciso tirar da cabeça aquela ideia romanceada que temos dos robôs. Esse termo não se refere apenas aos robôs físicos do mundo do cinema, mas também aos softwares que, graças a uma série de tecnologias de cálculo, permitem analisar um cenário financeiro e indicar para os operadores quais são as melhores decisões a se tomar.

Investindo como um robô

Em linhas gerais, um robô de investimento nada mais é do que uma empresa que faz o serviço de gestão das suas aplicações. Por exemplo, se a sua empresa tem algum capital disponível, melhor do que deixá-lo parado é encontrar as melhores formas de aplicá-lo para que ele traga rendimentos.

Analisar todas as opções disponíveis é uma tarefa que demanda tempo e profissionais especializados. Além disso, se você começar a dedicar muito do seu tempo nisso, verá logo que o investimento começa a valer menos a pena se comparado ao lucro que você terá no final. Por isso, delegar essa função para empresas especializadas pode ser o melhor caminho.

A ideia é que o robô (ou sistema, como você preferir), faça a distribuição dos seus recursos nas mais variadas modalidades de investimento, visando sempre obter a maior rentabilidade possível e reduzir os riscos. Esse processo de gerenciamento se baseia não apenas nas informações do mercado, mas também nas suas expectativas e possibilidades com relação ao investimento.

Um robô para chamar de seu

Se engana quem imagina que um robô vá tomar decisões iguais para todos. Isso não ocorrerá pelo simples fato de que todas as decisões tomadas são embasadas no perfil do investidor. A máquina não pegará o dinheiro de investidores conservadores, por exemplo, para aplicar em opções de alto risco.

Além disso, outro item seguido à risca pelas máquinas é o da diversificação. Sabe aquele velho conselho de não colocar todos os ovos na mesma cesta? Pois é, a ideia é que os robôs sempre consigam diversificar as suas apostas. Assim, 40% do capital disponível vai para o investimento A, 25% vai para o investimento B e outros 35% vão para o investimento C. Tudo para combinar boa rentabilidade com flexibilidade.

Todos os investimentos realizados podem ser acompanhados em tempo real. Assim, o dono do dinheiro pode verificar se os rendimentos estão a seu contento e até mesmo sugerir mudanças no perfil de investimento de forma a obter maior rentabilidade se for o caso. E o mais importante: as decisões do robô são sugestões. No final das contas, é você quem autoriza ou não as transações.

Algumas vantagens para considerar

Entre as principais razões para seu utilizar um robô de investimentos, uma das principais que podemos apontar é a velocidade em se obter informações. Enquanto certas avaliações podem demorar para indicar um resultado consistente, os robôs têm a premissa de poder oferecer resultados em tempo real. Todos os dias.

Além disso, há o fato de se conseguir uma rentabilidade líquida maior em média, pois as chances de erros diminuem. A confiabilidade a transparência das plataformas são outros dois fatores que merecem destaque. A ideia dos robôs é simplificar o processo de decisão da empresa, apresentando os prós e os contras e permitindo que os executivos decidam o que querem fazer na sequência.

Por fim, vale lembrar novamente a importância de definir com clareza o seu perfil de investimentos. Dessa forma, em hipótese alguma o robô vai sugerir opções de investimento que possam colocar em risco o seu patrimônio. Esta é, hoje, sem dúvida, a maneira automatizada mais simples de se realizar múltiplas transações de forma simultânea, mesmo que você não seja um especialista no assunto.

Existem várias empresas e instituições financeiras que oferecem opções de robôs de investimento. É muito importante se munir de informações e ficar atento ao mercado, pois em alguns setores os robôs já conseguem ser mais eficientes que humanos.

LEIA MAIS:

 

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

interet-das-coisas
20 junho, 2016 por Guest Blogger

Como a Internet das Coisas pode transformar o setor de manufatura

Internet das Coisas (IoT) pode modificar a forma de gestão de empresas que atuam nesse setor, aumentando a base de dados e a produtividade A Internet das Coisas pode representar uma nova revolução industrial. Embora a afirmação possa parecer exagerada, …

24 maio, 2017 por Guest Blogger

8 tecnologias para ficar de olho para 2020

Um estudo da PWC mostra algumas tecnologias capazes de transformar o nosso modo de trabalhar e que devem permanecer no radar das empresas O estudo “Tech Breakthroughs Megatrend” – Tendências e Avanços em Tecnologia –, coordenado pela PWC, indicou algumas …

15 julho, 2016 por Guest Blogger

Brasil oferece segurança e infraestrutura para investimento em Cloud

Infraestrutura e segurança evoluem constantemente e se aproximam de padrões internacionais, mas ambiente regulatório poderia melhorar o desenvolvimento Embora apareça entre as principais evoluções tecnológicas em Tecnologia da Informação, o Brasil tem um longo caminho a percorrer para incentivar o …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.