Voltar à Home do Blog

Os benefícios de se empreender no Brasil

Estima-se que o país esteja no topo do ranking mundial do empreendedorismo, superando os Estados Unidos

O Brasil aparece no topo do ranking dos países empreendedores em escala global. De acordo com pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM), três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos tinham uma empresa ou estavam envolvidos com a criação de seu próprio negócio em 2015. A taxa de empreendedorismo no país saltou de 23% para 34,5% em um período de dez anos.

Para se ter ideia, o índice é superior ao de todos os países do BRICS (grupo de países emergentes composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e mesmo de nações desenvolvidas, como EUA e Japão. E o melhor: mais de 7 em cada dez empreendedores criam novos negócios por enxergar uma oportunidade e não pela necessidade.

Veja, abaixo, algumas vantagens de empreender no Brasil:

Quer ter controle do seu novo negócio? Teste o Sage X3 e veja os benefícios na prática!

Oportunidades

Um país enorme, de dimensões continentais, está repleto de oportunidades. As áreas de infraestrutura, TI e educação, por exemplo, apresentam um grande potencial para ser explorado. O momento econômico, embora seja difícil para as empresas, também contribui para que a criatividade se aguce, encontrando novos caminhos para incrementar negócios já existente ou desenvolver novas empresas.

Transmissão de valores

Uma nova empresa pode transmitir valores diferenciados aos seus colaboradores e para a sociedade. Novas startups, como Airbnb e Uber, por exemplo, transformaram os ramos de hospedagem/hotelaria e o de transporte de passageiros. Quando uma empresa surge, ela pode criar tendências e demandas, que, por vezes, nem sequer eram percebidas por parte da população.

Aprendizado

Universidade, pós-graduação e empregos formais são verdadeiras escolas para empreendedores. Mas nada melhor do que a prática e a vida real para ter novos aprendizados e passar a encontrar soluções para os negócios, ainda mais em um país como o Brasil, que envolve desafios de legislação e logísticos, exigindo criatividade para focar somente na solução e não no problema.

Possibilidade de começar pequeno

Apesar de existirem muitas reclamações a respeito da dificuldade de abrir novas empresas no país, os empreendedores podem começar com negócios muito pequenos, como Microempreendedores Individuais (MEI) e, aos poucos e dentro de sua necessidade, expandirem seu CNPJ, fazendo com que o empreendimento cresça de forma saudável.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

16 novembro, 2016 por Guest Blogger

O preenchimento do Bloco K e suas especificidades

Veja os principais campos que irão demandar dados de sua empresa em um passo a passo Nos últimos meses, o blog mostrou uma série de artigos referentes ao Bloco K, mais uma das normas que traz preocupação aos empresários brasileiros. …

3 outubro, 2016 por Rui Nogueira

Quatro conselhos para internacionalizar sua empresa

Diagnóstico interno, estabelecer um plano de ação, aumentar a eficiência da gestão e flexibilizar a gestão conforme o contexto do país são algumas das dicas de Rui Nogueira As empresas contam com grandes vantagens quando buscam se internacionalizar, ganhando um …

4 novembro, 2016 por Guest Blogger

Cinco critérios para escolher um sistema de gestão

Confira, abaixo, cinco aspectos que devem ser levados em conta na hora de implantar um sistema de gestão empresarial Sua empresa não precisa se adequar a um software de gestão, mas o contrário deve acontecer: a ferramenta precisa se ajustar …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.