Voltar à Home do Blog

Os impactos da Indústria 4.0

Consultoras estimam que as tecnologias relacionadas à quarta revolução industrial podem injetar quase US$ 40 bilhões no PIB do Brasil até 2030

A Indústria 4.0 promete gerar diversos impactos na indústria, sendo uma das principais frentes tecnológicas vistas como prioritárias pelas empresas. Uma das mudanças previstas está relacionada ao aumento da personalização de produtos. Contudo, mais do que essas alterações, a Indústria 4.0 promete movimentar com força a economia em todo o mundo.

No Brasil, há diversas entidades tentando identificar qual o potencial e os impactos previstos pela disseminação dos conceitos da quarta revolução industrial para o Brasil. A Accenture estima que a implementação de tecnologias para essa evolução, como a Internet das Coisas, deve gerar um impacto de cerca de US$ 39 bilhões no PIB do Brasil até 2030.

Pretende largar em vantagem no investimento de novas tecnologias para o seu negócio? Teste o Sage X3 e conheça os benefícios da solução para sua empresa.

As vantagens

Não se trata somente de movimentar a economia do país, mas a Indústria 4.0 pode gerar uma série de benefícios para as indústrias, que, cada vez mais, buscam aumentar sua produtividade e reduzir os seus custos. Ao menos, três consequências são previstas com a disseminação das tecnologias, segundo a Mckinsey, empresa americana líder no mercado de consultoria empresarial:

– Redução dos custos de manutenção e de equipamentos entre 10 e 40%

– Diminuição do consumo de energia entre 10 e 20%

– Aumento da eficiência do trabalho entre 10 e 25%

Com o uso dos dados e com a troca de informações entre as máquinas, as empresas – sobretudo as indústrias – podem evoluir no acompanhamento da performance em suas mais diversas formas, tornando sua cadeia produtiva mais eficiente. Para tal, no entanto, haverá a necessidade de investir em ferramentas que permitem compilar, armazenar e analisar grandes volumes de dados.

Os desafios

As implicações podem ser ainda mais benéficas, mas dependem de apoio governamental em uma série de áreas, como nos aspectos regulatórios e em investimentos no ambiente de negócios. O blog já trouxe um artigo, identificando o estágio desses investimentos no Brasil.

Entre os desafios para apoiar o desenvolvimento dessa indústria de ponta, encontram-se, ao menos, quatro dificuldades: (1) investimento em equipamentos que contem com as novas tecnologias; (2) adaptação do layout das fábricas; (3) adequação de processos empresariais; (4) formação e capacitação de colaboradores.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

3 abril, 2017 por Jose Krasucki

Seis sinais que indicam a melhora da economia

Crescimento mundial, produção agrícola, inflação baixa e a injeção de recursos por meio da liberação do FGTS prometem movimentar 2017 A retomada de investimentos e o crescimento do setor industrial, em especial, são sinais importantes de melhora da economia. Essa …

14 março, 2018 por Guest Blogger

Gestão de estoque: supermercados desperdiçam 2,28% do faturamento

De 2015 para 2016, houve aumento das perdas registradas pelos supermercados em relação ao faturamento líquido, conforme indica levantamento divulgado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em 2015, de cada R$ 100 recebidos pelos estabelecimentos, R$ 2,26 eram desperdiçados; em …

24 novembro, 2017 por Guest Blogger

Quais são os alvos preferenciais dos ramsomwares?

Instituições de ensino, órgãos governamentais, planos de saúde, varejo e finanças: essas áreas precisam tomar mais cuidado com os criminosos virtuais O termo ramsomware se difundiu na sociedade após a ocorrência do Wanna Cry, que se espalhou no meio deste …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.