Voltar à Home do Blog

Baixa produtividade é desafio a ser superado pelas empresas brasileiras

Companhias brasileiras alcançam somente 24% da produtividade encontrada nos Estados Unidos, país referência neste indicador

O Brasil teve redução de 3% em sua produtividade em 2015, segundo dados do The Conference Board. Trata-se do segundo pior desempenho da América Latina, atrás apenas da Venezuela, que atingiu o índice de 7,6%. A má performance da economia como um todo contribuiu para o resultado, mas existem fatores relacionados à atuação de cada empresa que interferem diretamente nestes índices.

Especialistas afirmam que três aspectos devem ser levados em conta pelas empresas para conseguirem ampliar sua produtividade: incremento das práticas de gestão, aumento das taxas de inovação e aumento de velocidade no ganho das habilidades dos trabalhadores. Nesse contexto, um software de gestão se apresenta como excelente investimento para as companhias, especialmente em um momento no qual há necessidade de reduzir custos.

O que é produtividade?

Existem várias maneiras de se definir produtividade, mas um dos conceitos que faz mais sentido é a capacidade de fazer mais com os recursos que estão disponíveis. Portanto, o resultado do que se produz será maior, terá mais qualidade, garantindo que as empresas se tornem mais competitivas e gerando um círculo virtuoso positivo para as companhias e para o país.

Embora uma discussão como essa possa parecer acadêmica, um estudo realizado pela FGV mostrou que, ao contrário do que se pensa, a pouca eficiência do Brasil – leia-se produtividade – atrapalha muito mais o crescimento do que as baixas taxas de investimento realizadas pelo governo.

Obviamente, há diversos cenários macroeconômicos que interferem no desempenho, como o complexo sistema tributário brasileiro, a burocracia, entre outros. Apesar disso, os empresários podem voltar seus olhares para dentro das empresas em busca de respostas.

Um desempenho que pode crescer

Os Estados Unidos são uma das referências no indicador de produtividade. Em uma comparação com o Brasil, é possível afirmar que as companhias brasileiras – e seus empregados – tiveram um desempenho que corresponde a menos de um quarto – 24% – do obtido pelas empresas americanas, conforme o The Conference Board.

Como um software de gestão pode ajudar a melhorar a produtividade?

Abaixo, listamos alguns pontos nos quais os sistemas de gestão podem auxiliar às empresas:

  • Melhoria dos processos: Eles auxiliam na revisão e na definição de processos, além de garantir a perpetuação deles. Com isso, a empresa ganha agilidade na execução dos processos, maior facilidade para multiplicar conhecimento, padronização na produção, eficiência e melhoria dos níveis de qualidade.
  • Maior assertividade: um sistema de gestão moderno permite integrar todos os departamentos, acompanhar indicadores em tempo real, otimizando o tempo de resposta e tornando a tomada de decisão mais assertiva, evitando retrabalhos e ampliando a produtividade.
  • Segurança: administrar por planilhas é uma tarefa complexa e pouco segura. Ao reunir os dados da empresa dentro de uma mesma ferramenta, aumenta-se a possibilidade de fazer com que gestores e pessoas envolvidas em processos de decisão possam se focar no crescimento da empresa.
  • Redução de custo: os sistemas de gestão podem auxiliar a produzir mais com investimento reduzido. Á medida que os processos estão ajustados e de forma sistêmica, e que existe uma visibilidade real da operação, a companhia deve de forma natural otimizar os custos de todas as áreas: do controle de estoques, a gestão de clientes.

Ou seja, tornar a gestão mais eficiente pode ser o diferencial para a companhia se destacar no mercado, superar momentos difíceis – seja no ambiente macroeconômico ou interno – e voltar a colocar as empresas na rota do crescimento, com mais produtividade e segurança. Conheça o Sage X3 e compreenda os benefícios que uma ferramenta moderna de gestão pode gerar para o seu negócio.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

interet-das-coisas
20 junho, 2016 por Guest Blogger

Como a Internet das Coisas pode transformar o setor de manufatura

Internet das Coisas (IoT) pode modificar a forma de gestão de empresas que atuam nesse setor, aumentando a base de dados e a produtividade A Internet das Coisas pode representar uma nova revolução industrial. Embora a afirmação possa parecer exagerada, …

18 outubro, 2017 por Guest Blogger

O que são e para que servem os “chatbots”?

Usados no atendimento aos consumidores, pós-vendas e vendas, essa ferramenta deve se tornar um diferencial para as empresas nos próximos anos Desenvolvidos a partir de softwares de comunicação automatizada, os chatbots são uma nova tendência – baseada em inteligência artificial …

30 junho, 2017 por Guest Blogger

A importância da “governança da informação” no Analytics

Na mesma proporção em que cresce o uso de dados, aumenta-se a importância de uma gestão precisa dessas informações, sob o risco de gerar problemas às empresas Os dados podem se tornar uma ferramenta fundamental para o crescimento empresarial. Não …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.