Voltar à Home do Blog

Clientes digitais estão com pressa

Focar na satisfação do consumidor em um e-commerce passa necessariamente por melhorar o setor de distribuição, aproximando a experiência da loja real para a virtual

Nem mesmo a crise econômica conseguiu frear o e-commerce no Brasil. Em 2016, o setor cresceu 18%, faturando cerca de R$ 56 bilhões. Embora a maré pareça positiva, há ajustes que devem ser feitos para seguir nesse patamar de crescimento e manter os consumidores satisfeitos e fidelizados, um dos principais desafios das compras online.

Entre os fatores que levam um cliente a optar pela compra online, encontram-se a facilidade para comparar preços e produtos, o acesso 24 horas aos itens e a comodidade, segundo um estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito. No entanto, cada vez mais, o consumidor espera ter uma experiência positiva nas lojas online, semelhante àquela vivida nos comércios tradicionais, dentro do conceito defendido pelo Omnichannel – possibilidade de compras e de relação em vários canais.

Quer aumentar a eficiência da distribuição da sua empresa? Conheça os diferenciais do Sage X3.

Insatisfação

Em entrevista ao Valor Econômico, o sócio-diretor do Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos), Maurício Lima, avalia que os consumidores não estão satisfeitos com o avanço do comércio virtual “muito dissociado do mundo real”. “O desafio maior é fazer com que o consumidor sinta o mínimo possível a diferença entre o mundo online e offline, o que demanda grandes transformações na logística”, afirmou.

A principal diferença entre as duas experiências acaba sendo o tempo para receber o produto. As novas gerações estão cada vez mais impacientes e o não cumprimento de prazos costuma gerar insatisfação para os consumidores, além de demandarem a possibilidade de rastrear os produtos.

Um desafio

Para suprir a demanda por entregas rápidas, alta qualidade de atendimento e a satisfação nas vendas online, os empresários precisam superar grandes desafios, como a otimização logística em um país que carrega um alto custo para operacionalizar a cadeira de distribuição. O custo logístico do Brasil representa 11,9% do PIB, enquanto nos Estados Unidos o índice é de 7,7% – só o transporte representa 6,8% do PIB no Brasil e 4,7% nos EUA.

A pesquisa conduzida pela agência Oracle Retail em 7 países – Alemanha, Brasil, China, Estados Unidos, Japão, Reino Unido e Rússia reforça a importância do tema. De acordo com ela, as consequências de não conseguir ser eficiente na distribuição podem ser terríveis para os negócios. Veja algumas informações da pesquisa:

– Só 39% dos consumidores concedem uma segunda chance à empresa.

– 53% mudam para um concorrente.

– 51% nunca voltam a consumir na loja.

– 55% fazem comentários contra as empresas.

– 37% vão às mídias para compartilhar sua experiência ruim.

Ou seja, tanto no meio físico como no digital, é essencial manter o nível de excelência e satisfação dos consumidores. E isso vai do contato inicial com a marca, processo de compra, até a entrega do produto.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

3 julho, 2017 por Guest Blogger

O Diagrama de Ishikawa: uma solução para identificar causas e consequências

A ferramenta é importante para o chamado controle ou gestão da qualidade, pois permite uma análise visual do fato Dentro de uma gestão por processos, há várias ferramentas que podem ser usadas para auxiliar em inúmeras questões, como o Diagrama …

20 julho, 2016 por Guest Blogger

A MP 685 assustou empresários, mas você pode estar preparado

Governo previa a necessidade de informar o planejamento fiscal das empresas com antecedência. Ferramenta de gestão, como o Sage X3, simplifica esse processo No fim do ano passado, a possibilidade de aprovação da Medida Provisória 685 gerou medo e dúvida …

16 outubro, 2017 por Guest Blogger

Fator humano: a importância da gestão de pessoas para atingir a excelência

Como você contrata? Relaciona os valores da empresa aos propósitos da pessoa? Essa pode ser uma boa saída para ter colaboradores sempre motivados O investimento em tecnologia, a melhoria de processos em busca dos resultados e a construção de um …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage Business Cloud Enterprise Management para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.