Voltar à Home do Blog

Empresas não estão preparadas para o eSocial

Previsto para entrar em vigor em 2018, medida visa diminuir a burocracia e facilitar a prestação de informações sobre encargos e outras questões trabalhistas

A partir de 2018, as empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões devem enviar as informações sobre encargos e questões trabalhistas por meio de um sistema digital, o eSocial. No entanto, uma pesquisa realizada pela consultoria EY – conhecida anteriormente como Ernst Young – mostrou que 48% das companhias do país não estão preparadas para a medida.

De acordo com a Receita Federal, cerca de 14 mil empresas serão obrigadas a se adequar a partir de janeiro. O levantamento da EY ouviu 386 companhias – de pequeno, médio e grande porte –, uma amostra que pode ser considerada pequena se levarmos em conta o total deste universo, mas que aponta a situação das empresas.

A companhia que não se adequar está sujeita a cobrança de multas, assim como terá dificuldade em fazer declarações e perderá a certidão negativa de débitos. O descumprimento da norma, além de ferir as regras de compliance, cria riscos, tanto em relação ao pagamento de multas quanto dificuldades de gestão relacionadas à certidão negativa, que pode impedir de fechar negócios com a administração pública.

Quer estar em conformidade com a lei? Contar com um sistema de gestão que seja atualizado com as principais mudanças? Conheça o Sage X3 !

Falta de planejamento

Além de não estarem preparadas para a medida – que, inicialmente, estava prevista para 2014 –, 52% das empresas consultadas não apresentam equipes que se dediquem exclusivamente ao tema. Pior: 46% não têm nem mesmo um censo cadastral dos empregados, o que seria uma espécie de passo inicial para dar vazão às demandas exigidas pelo governo federal com a mudança.

Em entrevista realizada ao jornal Folha de S. Paulo, a percepção dos realizadores do estudo é de que 10% da base de colaboradores vão exigir algum tipo de ajuste das empresas em função dos problemas.

O que é o eSocial?

Instituído em 2014, o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) vai fazer com que os empregadores se comuniquem com o governo de forma unificada sobre temas como: vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, acidentes de trabalho e informações sobre o FGTS.

O objetivo por trás da iniciativa é simplificar a prestação de contas de dados fiscais, previdenciários e trabalhistas, substituindo o preenchimento e a entrega de formulários e declarações. Dessa forma, elimina-se a redundância entre as informações prestadas pelas pessoas físicas e jurídicas.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

13 junho, 2016 por Guest Blogger

Sage Summit: as tendências mundiais do sistema de gestão

Para o empresário, acompanhar eventos desse porte se torna um diferencial, sobretudo ao conhecer ferramentas que podem transformar um negócio, caso do Sage X3 O Sage Summit é um dos maiores espaços do mundo para se discutir …

8 dezembro, 2017 por Guest Blogger

Como será o varejo do futuro?

Inovar e criar experiências memoráveis para o consumidor. O futuro das marcas e das lojas de varejo passa por redefinir as experiências de compra, tornando-as mais acessíveis, prazerosas e satisfatórias para os consumidores. Porém, adivinhar como será o varejo do …

4 novembro, 2016 por Guest Blogger

Cinco critérios para escolher um sistema de gestão

Confira, abaixo, cinco aspectos que devem ser levados em conta na hora de implantar um sistema de gestão empresarial Sua empresa não precisa se adequar a um software de gestão, mas o contrário deve acontecer: a ferramenta precisa se ajustar …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.