Voltar à Home do Blog

Por que melhorar a eficiência energética da sua indústria?

Os custos com energia podem representar até 40% do gasto total do processo produtivo, segundo a Confederação Nacional da Indústria

Em 2016, o Balanço Energético Nacional (BEN) – elaborado pelo Ministério de Minas e Energia – estimou que 40% do consumo de energia do país foi de responsabilidade da indústria. Coincidentemente, em fábricas que demandam maior consumo, como as siderúrgicas, o custo da energia pode representar cerca de 40% do gasto total do processo produtivo.

Melhorar a eficiência energética de uma companhia pode representar uma otimização de custos crucial. Em geral, a modernização do investimento resulta em aumento na produção, redução de custos e mais competitividade. Esses benefícios podem resultar em redução no custo de produtos ou na melhoria das margens de venda, por exemplo.

Fato é que, com o passar do tempo, as indústrias devem se tornar prioridade na política energética do país. A Lei nº 13.203/2015 determina que os investimentos do governo priorizem iniciativas e produtos da indústria nacional.

Precisa controlar os custos da sua empresa, incluindo a energia? Invista em um sistema de gestão como o Sage X3, que possibilita ter uma visão abrangente do seu negócio.

Dicas

Listamos algumas dicas para otimizar o uso de energia elétrica em seu negócio.

– Faça um diagnóstico do consumo de energia e dos gastos energéticos (elétricos, combustíveis) do seu parque fabril.

– Com um relatório em mãos, estabeleça prioridades e busque criar um plano de investimentos, identificando o caminho ideal da remodelação.

– Se houver necessidade de reformulação do parque fabril, com modernização de equipamentos, não há necessidade de fazer todos os investimentos de uma vez.

– Calcule os benefícios que serão sentidos com a mudança e quais investimentos devem ter prioridade.

O levantamento de dados

As informações usadas para elaborar o diagnóstico de consumo de sua energia devem ser as mais próximas possíveis da realidade. Isso é fundamental para se estimar quais os resultados serão obtidos a partir dos investimentos realizados. É comum empresários reclamarem que o aporte de recursos não gerou a economia ou melhorias esperadas.

Nesse sentido, os sistemas de gestão são grandes aliados dos empresários. Por meio dessa solução, pode-se incluir custos exatos com energia em cada setor ou cada etapa do processo produtivo. Em uma parceria com o setor de TI, será possível planejar se há necessidade de modernizar as máquinas, algo facilitado com a melhoria da eficiência energética e do processo produtivo.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

23 dezembro, 2016 por Guest Blogger

O novo papel do gestor de TI

Responsáveis pela área de tecnologia ganham papel cada vez mais importante na estratégia de negócio das companhias, indicando novos caminhos e soluções Acabou o tempo no qual o gestor de TI era o responsável unicamente pela infraestrutura e o bom …

26 abril, 2017 por Guest Blogger

Seis perguntas para fazer nas pesquisas de envolvimento dos funcionários

Engajar os funcionários nos propósitos empresariais não é uma tarefa fácil, mas uma pesquisa pode identificar pontos críticos e gerar soluções As pesquisas de envolvimento são tradicionais em muitas empresas e servem de parâmetro para a área de recursos humanos …

26 junho, 2017 por Guest Blogger

Três benefícios de integrar sua indústria ao meio digital

Melhoria na experiência do consumidor – seja na compra, na possibilidade de fazer pedidos ou personalizá-los ou no pós-venda – está também no foco das fábricas Estar presente ao meio digital se tornou uma necessidade para todas as empresas do …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.