Voltar à Home do Blog

Qual o estágio da disrupção na indústria brasileira?

Um estudo realizado pela CNI e IEL visa identificar o estágio da inovação da indústria no país, além dos desafios para que as novas tecnologias ganhem cada vez mais espaço para transformar esse setor fundamental da economia

Ao menos sete tecnologias já estão causando impactos nos sistemas produtivos das indústrias brasileiras, de acordo com um levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Produção Inteligente e Conectada, Materiais Avançados, Nanotecnologia, biotecnologia e armazenamento de energia estão provocando alterações nos modelos de negócio, seguindo as consequências esperadas da Indústria 4.0.

Diversos setores já são beneficiados pelos investimentos realizados nessa área, como a agroindústria, química, de petróleo e gás, automotiva, aeroespacial, tecnologia da informação e comunicação, farmacêutico e os bens de consumo. Esses dados constam no “Projeto Indústria 2027”, que contou com o apoio técnico da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Universidade Estadual de Campinas.

Estágio inicial

Aproximadamente 40 pesquisadores brasileiros e estrangeiros se envolveram nessa pesquisa, sendo que o próximo passo consiste em avaliar o impacto dessas tecnologias para 10 setores produtivos. O principal propósito com a iniciativa é identificar quais são os gargalos que travam o investimento em novas tecnologias e, a partir disso, formular sugestões de estratégias que coloquem à indústria em um rumo de crescimento, de inovação.

Este é apenas o estágio inicial do estudo, que classificou as iniciativas em três grupos distinto de mudanças: Moderada, cujo investimento resulta em aumento de competitividade e de eficiência; Disruptiva, responsáveis por provocar alterações em modelos de negócios; Potencialmente Disruptivo até 2027, quando há um impacto moderado no momento, mas, com o passar do tempo, a tecnologia pode se tornar disruptiva e importante.

Há um consenso de que a indústria tem um papel fundamental para a economia do país. Por isso, o estudo promete sugerir novos marcos regulatórios, padrões técnicos, qualificação de colaboradores, entre outros conceitos que precisam se integrar à indústria e ao sistema produtivo do país e acompanhar as tendências tecnológicas.

Avanços mais perceptíveis

Os chamados “Materiais Avançados” – itens para o desenvolvimento de produtos, como impressão 3D, novos tipos de insumos – estão gerando vantagens em diversos setores pela possibilidade de inovação, de alteração do processo produtivo ou de redução dos custos. Para os setores químico, farmacêutico e agroindústria, a biotecnologia tem oferecido benefícios na customização da produção agrícola, aumento da resistência do plantio, no diagnóstico prévio, tratamento personalizado de doenças, entre outros.

Para 2027, a aposta é que a Inteligência Artificial, a Internet das Coisas e a Produção Inteligente apresentam os principais potenciais para transformar o polo industrial brasileiro.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

22 junho, 2016 por Marilucia Silva

Sete motivos para investir em uma ferramenta de gestão

Crescimento controlado, mais produtividade, redução de custos e otimização de processos são alguns dos benefícios No Brasil, é comum que empresas de diferentes portes – pequenas, médias e até grandes – realizem sua gestão por meio de planilhas. E uma …

16 janeiro, 2017 por Guest Blogger

O desafio das empresas familiares

Profissionalização da gestão, ajustes no processo sucessório e investimento em tecnologia podem contribuir para esse tipo de negócio, muito comum no país É possível afirmar que 90% das empresas do Brasil são familiares, de acordo com o Sebrae. Essas companhias …

6 fevereiro, 2017 por Guest Blogger

Os benefícios de se empreender no Brasil

Estima-se que o país esteja no topo do ranking mundial do empreendedorismo, superando os Estados Unidos O Brasil aparece no topo do ranking dos países empreendedores em escala global. De acordo com pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM), três …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.