Voltar à Home do Blog

Você está preparado para o bloco K?

Fiscalização do governo se tornará mais efetiva quando as empresas passarem a informar ajustes de produção e de seus inventários, mas os novos processos não precisam ser um desafio para os empresários

A partir de 2017, indústrias com faturamento superior a R$ 300 milhões por ano serão obrigadas a informar o registro de controle da produção e do estoque, o chamado bloco K, por meio do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED). Em 2018, será a vez das indústrias que recebem mais de R$ 78 milhões por ano e, em 2019, para todas as indústrias, independentemente do faturamento.

Na prática, a mudança consiste em uma modernização da forma pela qual serão transmitidas as informações dos contribuintes às administrações tributárias e aos órgãos de fiscalização. Embora sempre tenha sido obrigatória, a escrituração fiscal era enviada uma vez por ano à Receita Federal, agora o processo será digital e feito, via de regra, mensalmente.

Dessa forma, o governo terá mais controle na fiscalização das empresas, sobretudo sobre a produção e seus estoques, cruzando com mais facilidade os dados apresentados pelas companhias em seus resultados. Caso haja diferença entre as informações sem justificativas, a fiscalização pode entender que a empresa esteja sonegando impostos, estando sujeita a multa de 1% do valor das operações.

Mais rastreabilidade e segurança

Em outras palavras, a nova exigência do governo faz com que haja investimentos na rastreabilidade das informações das companhias. A mudança não precisa carregar grandes dificuldades para as empresas, sobretudo para companhias que contam com softwares de gestão modernos, como o Sage X3.

Essas ferramentas compilam todas as informações empresariais e podem transformar uma tarefa aparentemente complexa em mais um processo do dia a dia. O Sage X3, por exemplo, conta com apoio da IOB, recebendo atualizações frequentes de legislação para manter seus clientes sempre em conformidade com as exigências legais. Dessa forma, garante-se o compliance e se reduz a possibilidade de danos à imagem ou mesmo multas por descumprimento da nova legislação. Já explicamos em outro artigo o que é o compliance e sua importância para as empresas.

Agilidade e mobilidade

Com o bloco K, a empresa deverá informar as movimentações de estoque, de produtos e mercadorias relativas aos processos produtivos – até mesmo detalhes devem ser levantados e relatados, como perdas de processos, quebras no transporte, ajustes no inventário, entre outras mudanças.

Em um chão de fábrica, a ferramenta de gestão deve ser interligada e permitir o acesso por diferentes dispositivos móveis, como smartphones ou tablets. Assim, as atualizações feitas dentro do processo produtivo são realizadas automaticamente no sistema, o que garante agilidade nas mudanças e permite até mesmo vislumbrar o processo produtivo por um viés diferente.

Pretende usar os últimos meses de 2016 para se preparar para o bloco K? Entre em contato com os consultores da Sage e entenda como o Sage X3 pode contribuir para o seu negócio.

Guest Blogger

Our "Guest Bloggers" come from a variety of backgrounds and companies. They can be Sage people, Sage Business Partners, Independent Software Vendors, Thought Leaders or Analysts, that have valuable knowledge, expertise and experience on a variety of different subjects and topics.

Matérias relacionadas

6 março, 2017 por Guest Blogger

Você conhece o ciclo PDCA?

Planejamento, fazer (do), monitorar (check) e agir podem gerar um ciclo virtuoso positivo para a empresa Estabelecer processos é uma das formas mais eficientes para se obter sucesso na gestão das empresas. Várias metodologias podem ser usadas para isso – …

12 maio, 2016 por Guest Blogger

Como o BI pode ajudar no crescimento da sua empresa

Informação de qualidade é crucial para decisões empresariais rápidas e sensatas A tecnologia facilitou a coleta de dados a partir de qualquer origem, principalmente no mundo atual, dependente de informações precisas. A coleta de dados pode não ser um problema, …

24 agosto, 2016 por Guest Blogger

Indústria 4.0: qual o estágio do Brasil?

A CNI tentou descobrir quais as tecnologias mais usadas para elevar a produtividade e identificou que o desconhecimento ainda é muito grande nesta área Qual o cenário da indústria brasileira, em especial à manufatura, em relação ao uso de novas …

Product Tour Virtual

Preencha a informação e veja como personalizar o Sage X3 para trabalhar do seu jeito.

Não saia ainda.

Inscreva-se na nossa newsletter e fique informado.